STAM Nº 659H

 

VISITANTE Nº

Eclectus Roratus Roratus

ESPECIE:

Eclectus Roratus Roratus

DISTRIBUIÇÃO:

Indonésia

DIMENSÕES:

35 Centímetros aproximadamente.

DISTINÇÃO ENTRE OS SEXOS:

Os machos têm uma plumagem verde-esmeralda com alguns toques de azul, as asas são verdes, rabo pode ter marcas amarelas e o bico é amarelo alaranjado. As fêmeas são vermelho escarlate com algumas partes violetas, algum amarelo alaranjado no rabo, o bico é negro e brilhante.

CARACTERÍSTICAS SOCIAIS:

É considerada uma ave muito dócil. Podem aprender a imitar a voz humana, não sendo a espécie mais exímia nesse aspecto.

ALOJAMENTO ADEQUADO:

Não existe um tamanho padrão de viveiro, o mínimo é de 1x1,2x2m. Os poleiros devem ser grossos para desgaste, pois os Eclectus têm uma tendência pronunciada de crescimento das unhas. É importante saber que os viveiros deverão ter tela galvanizada e fios arredondados para evitar que destruam as penas, ter 50% de área coberta, para proteger os ninhos e as aves, do frio, do sol e da chuva. Além disso, os viveiros devem estar em locais onde estejam protegidos de ventos frios por paredes, cercas vivas, quebra ventos, de forma a receber o sol da manhã.

TEMPERATURA AMBIENTE:

Estas aves são muito resistentes aos meses de Inverno e não necessitam de aquecimento desde que tenham acesso a um abrigo nocturno que as proteja das geadas.

ALIMENTAÇÃO:

Podem ser alimentadas com uma mistura de sementes e ração própria para periquitos de grande porte. Girassol (não devem comer muito por causa do óleo, que irá atacar seu fígado), alpiste, milho-alvo (todos os tipos), linhaça, semente de abóbora e aveia (pouca quantidade para não engordarem muito). Devem comer frutas (uva, morango, banana, goiaba, maçã, maracujá, etc...), gostam também de milho verde, cenoura, pepino, ervilhas, amendoim, beterraba e beringela, alguns chegam a comer feijão semi-cozido.

ACTIVIDADES:

Seu voo é poderoso e relativamente lento, feito com batidas de asas lentas entremeadas com planeio. O macho normalmente empoleira separadamente a alguns metros da fêmea ou em um galho diferente.

CRIAÇÃO:

Começam a reproduzir ao fim de 4 a 5 anos de vida podendo ir até aos 25 anos. Reproduzem o ano inteiro fazendo posturas de 2 ovos no máximo 3. As fêmeas frequentemente são muito agressivas com os machos, perseguindo-os e impedindo que eles se alimentem. Em exibição de namoro, os machos aproximam-se das fêmeas, alimentam-nas e limpam o bico no poleiro, logo depois, encostam os seus pescoços, movimentam as cabeças para cima e para baixo, a fêmea começa a persegui-lo implorando por comida e então ela baixa-se no poleiro para ser galada. Os ovos começam a ser postos 14 a 21 dias após a primeira postura. Depois de começar a chocar dificilmente o macho entra no ninho, apenas alimenta a fêmea na entrada ou em algum galho próximo. Deve ser mantido apenas um casal por viveiro. Alguns casais totalmente inexperientes poderão matar o seu primeiro filhote logo após a eclosão, ou não saberem alimentá-lo. Dê-lhes uma segunda chance, pois precisam de uma oportunidade para aprender. É importante variar bastante a alimentação para que os filhotes tenham um bom crescimento, os ninhos devem ter o formato em formato de (L) são os mais recomendáveis, porque evita que a fêmea ao descer se mande para cima dos ovos ou filhotes. É interessante que a boca do ninho seja protegida por uma folha de zinco, para evitar que eles o destruam. Além disso, deve-se pregar uma tela de rede por dentro da boca até ao fundo do ninho, para facilitar a descida e subida das aves.

MUTAÇÕES:

Eclectus Roratus Roratus - Exitem várias sub-espécies de Eclectus Roratus, Eclectus. r. Vosmaeri, Eclectus r. Riedeli, Eclectus r. Cornelia, Eclectus r. Westermani, Eclectus r. Polychloros, Eclectus r. Biaki, Eclectus r. Aruensis, Eclectus r. Macgillivrayi e Eclectus r. Solomonensis



STAM Nº 659H

 


TOPSITES - AVESPT.COM

 

Copyright © 2008 AVES SEIÇA   |    renatoseica@hotmail.com    |   design by websitesrrc